terça-feira, 24 de agosto de 2010

O meu amor!

Que eu sou fã de Chico nunca escondi de ninguém, apesar de nunca tê-lo citado aqui. E quando alguém tem que falar pelas mulheres, não conheço ninguém melhor do que ele.
Ainda mais quando elas estão disputando um grande amor!
Na Ópera do Malandro (de 1978!!!), Marieta Severo e Elba Ramalho personificam as guerreiras, competindo pelo amor de um mesmo homem.
Chico fez uma letra, na qual cada uma diz o que elas têm de melhor do amante em questão. Assim, coisa de gênio.
Abaixo, segue a letra pra você prestar bastante atenção.
Curtam!



“O MEU AMOR
O meu amor tem um jeito manso que é só seu
E que me deixa louca quando me beija a boca
A minha pele toda fica arrepiada
E me beija com calma e fundo
Até minh'alma se sentir beijada
O meu amor tem um jeito manso que é só seu
Que rouba os meus sentidos, viola os meus ouvidos
Com tantos segredos lindos e indecentes
Depois brinca comigo, ri do meu umbigo
E me crava os dentes
Eu sou sua menina, viu? E ele é o meu rapaz
Meu corpo é testemunha do bem que ele me faz
O meu amor tem um jeito manso que é só seu
Que me deixa maluca, quando me roça a nuca
E quase me machuca com a barba mal feita
E de pousar as coxas entre as minhas coxas
Quando ele se deita
O meu amor tem um jeito manso que é só seu
De me fazer rodeios, de me beijar os seios
Me beijar o ventre e me deixar em brasa
Desfruta do meu corpo como se o meu corpo
Fosse a sua casa
Eu sou sua menina, viu? E ele é o meu rapaz
Meu corpo é testemunha do bem que ele me faz”

4 comentários:

FOXX disse...

ai, eu adoro a opera do malandro... fiz audição para o coral da ufmg cantando "Folhetim"

Rodrigo Teixeira disse...

lindo, ponto

HSLO disse...

Chico é maravilhoso por toda beleza e sabedoria. Gosto demais das composições dele.

abraços

Wans disse...

Acho "Construção" uma obra prima da música e da literatura.

fato!