sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

32

Aos 32 anos me tornei ocupado. Assim como gente grande deve ser. Tenho responsabilidades maiores, compromissos maiores.
Aos 32 falo em público pra 200 pessoas e ainda fico nervoso.
Aos 32, deixei as baladas de pegação em quase todos os dias da semana e passei a fazer parte de uma confraria culinária.
Aos 32, cultivei amigos. Grandes, ausentes e aqueles que realmente importam.
Aos 32, me apaixonei várias vezes e hoje encaro o amor como algo que precisa ser racional.
Aos 32, cometi muitos erros e aprendi sempre com eles.
Aos 32, ainda me perco em decisões difíceis.
Aos 32, estou mais sagitariano do que nunca, apesar de dizerem que depois dos 30 seu signo passa a ser aquele que sempre foi seu ascendente.
Aos 32, vejo meus pais de outra forma, mas não sei se a ideal. Vejo da forma real.
Aos 32, acordo às sextas-feira de ressaca, como sempre.
Aos 32, não sei guardar dinheiro, apesar de saber que deveria fazer isso há tempos!
Aos 32, me enxergo maduro pra muita coisa, e um idiota pra outras.
Aos 32, não quero compromisso sério.
Aos 32, sei o valor de uma companhia que te acrescente.
Aos 32, minha paciência esta menor.
Aos 32 ainda me pego bêbado, fazendo a coreografia da música abaixo na frente do espelho, cantando alto, enquanto mijava na balada ontem!
Aos 32, como vocês podem ver, aprendi a rir de mim mesmo.

20 comentários:

Ju Fuzetto disse...

E a idade do riso é 1.000 anos...

Um beijo querido. bom final de semana!

Adorei o texto

Rodrigo disse...

Faltou dizer: que esta mais bonito do que nunca.
(isso vale por dentro e por fora)

Edu disse...

Bom, não te conheci antes mas concordo com o Rodrigo. E fico feliz de, aos seus 32, ter entrado de alguma forma na sua vida. Esperando você em SP!!

P.S.: Agora eu sou de Aquário, então?? Nhé... prefiro continuar Peixinho...

S.A.M disse...

O Rodrigo ja disse o que eu ia dizer.

Paulo Braccini disse...

Todos temos um pouco desta fase mesmo ... e isto é bom querido ...

Verdadeiramente é o início da maturidade ...

bjux

;-)

FOXX disse...

querido vc largou as baladas de pegação e ainda se considera sargitariano?

HSLO disse...

O Rodrigo falou mas, vou repetir:

Faltou dizer: que esta mais bonito do que nunca.

abraços

Antonio de Castro disse...

deixando de lado os conceitos do zodíaco, 32 é uma idade ótima pra deixar de lado baladas de pegação.

eu tenho 21 e já desisti.

acho que já disse uma vez aqui que essa sua foto aqui engana.

o importante é esperar os 33.

teve uma época que eu achava que morreria aos 32, por causa de um sonho que eu tive.

só curiosidade.

Luna disse...

ah dan, queria aos 32, deixar as baladas, estar casada com um homem lindo e rico, com um filho, bem sucedida, racional, mais centrada.

mas não sei não, descobri que sou nó na madeira demais, talvez o que a vida me reserve seja mais trabalho, mais balada, nada de compromisso, e quem sabe, pra me dá um help, aos 32 o universo me torne mais racional em relação ao amor.
hahaha.

o Humberto disse...

Adorei seu texto, Dan.
E te digo uma coisa, quando chegam os 33 aí que muda tudo mesmo, incrivelmente.

Meus 32 foram os melhores, saudade, rs.
Bjão!

Lobo disse...

Acho que Rodrigo será parafraseado comentários afora XD.

Fez 32 ou 33? Sei lá, tá tudo no passado, mas eu sou devagaaaaaaar pra essas coisas...

Um beijo Dan!

Dêco disse...

Aos 32 rindo de si e ainda com beleza. Falta mais nada. E se faltar, com certeza vc saberá acrescentar.

Fred disse...

Cara... os 32 são mesmo ótimos... mas assim ó: os 34 ainda melhores... hahahaha!

Marcos Campos disse...

Muito legal!
Aprender a riri de si mesmo é uma grande coisa!!
Boa semana!
Abraço!

inconstanteblog disse...

Bom ver o tempo passar, ver que melhoramos, que ainda somos algumas coisas de outrora, que não mais estamos outras... e que aproveitamos a beleza de cada idade.

Xêro!

Karina AT disse...

Dan!
Adorei o balanço.
Os dois!
Beijos,
K

o Humberto disse...

Nunca imaginei que ia gostar tanto da casa dos 30, mesmo as coisas não tendo saído como eu planejei. Mas realmente adoro. Sobretudo as conversas com os amigos, é outro nível.

Abração querido!

Sandro Lobo disse...

Eu, que passei um pouco dos 32, já tô de antenas ligadas à Adélia Prado, replicada por Caio Fernando Abreu:

"quarenta anos
não quero faca nem o garfo
quero a fome"

Sandro Lobo disse...

corrigindo o verso escrito de cabeça:

"quarenta anos
não quero a faca nem o queijo
quero a fome"

por Hope* disse...

Daaan, estou com vergonha das minhas teorias de "15", maquiadas de "30"....
=\
Daqui dois anos eu venho roubar esse post aqui, tá!

p.s *Agora, sargitariano é phoda!
(indiscutivelmente phoda, rs)