segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Revenge

Vocês acreditam que existem pessoas que são capazes de carregar uma mágoa por muito tempo?
Eu achava difícil, mas este final de semana tive a confirmação de que sim!
Depois de sei lá, quase 6 anos, sofri uma espécie de vingança.
Parece aquelas novelas mexicanas em que o bandido com nome composto (Carlos Daniel) trama contra o mocinho até o último capitulo (tive a liberdade de passar para o masculino só pra ter mais sentido, geralmente as barraqueiras são mulheres!).
Só que em muitos casos, o problema só existe na cabeça do “vingador” e, na minha história especificamente, a vingança só me causou um acesso de riso.
Enxerido que sou, não resisti e fiz um comentário por msg pra pessoa. Na resposta, entre muitas outras coisas no sense, estava escrito: “nunca é tarde pra se vingar”.
Ahahahahah
Outro acesso de riso né?
Fiquei realmente surpreso em saber que depois de tanto tempo, eu ainda sou alvo de ódio mortal!
E olha que eu não fiz absolutamente nada, nem agora, nem na época!
Ai ai. Deve ser muito amor né?
Medo!

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Coisinhas

Acho que o maior desafio da vida é o auto conhecimento. Quando a gente sabe do que somos capazes vamos muito mais longe.
Isso não quer dizer que seja um caminho fácil a percorrer. Muito pelo contrário.
É dificil, além de descobrir quem somos, aceitarmos como somos. E exemplos disso vão do simples entendimento da condição homossexual até a formação de posturas e carater!
Quem já viu Black Swan se deparou com a personagem principal bem no meio de uma grande descoberta. A de um outro lado dela mesma! Um grande conflito não é?
Eu fiquei verdadeiramente feliz por ter assistido um filme tão denso, tão bem dirigido e tão bem interpretado!
Natalie Portman rules!




----

Fui ao jantar dos blogueiros! Quando cheguei lá percebi que era um encontro praticamente feminino. rs. Não que isso seja um problema, muito pelo contrário. Mulheres inteligentes e interessantes são sempre bem-vindas, não é meninos?
Foi bacana conhece-las de perto. A Livia eu já conhecia e sempre foi um doce!
Mas o mais bacana foi que descobri o porque do meu convite. A Pri, assessora de imprensa do Fofo e do Duets, dois restaurantes ótimos daqui de Ribeirão, é fã do Naipes e inclusive já fez as pazes com o marido (ou namorado, não sei) com a ajuda de um texto meu! Bacana né?
Meninas, adorei o convite e espero vê-las logo novamente!

----


Como é bom ter amigos talentosos!
Eu adoro!
Olha só a camisetinha que eu comprei da Marisinha, minha amiga!



Old is cool!
rs
:)

ps: Ah, antes de alguém me criticar: Sim, confesso que uso regata no calor infernal de Ribeirão.
rs

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Lixo é um Luxo

Vik Muniz já sabia. E seu documentário agora pode ganhar o Oscar e mostrar para o mundo (de maneira mais efetiva) o valor do lixo e das pessoas que vivem dele.
O filme Lixo Extraordinário (2009) está concorrendo ao Oscar de melhor documentário. A co-produção Brasil-Reino Unido tem trilha sonora de Moby e já ganhou prêmios de eleição pelo público nos festivais de Berlim e Sundance.
Se o trailer já emociona, imagine o resto.

Torcendo desde já!

:]

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Férias

Se eu pudesse escolher, trabalharia 1 mês e tiraria 11 de férias!
Mas, como isso só em sonho, estou de volta ao trabalho, à internet e à vida normal.
Dentre outras coisas tirei estes dias pra descansar, fiquei sem pensar em nada e matei saudade de muita gente!
Agora está na hora de voltar.



Senti falta daqui e o blog já me rendeu boas novas em 2011: Fui convidado pra um jantar de blogueiros em um restaurante bacanudo da cidade nesta quarta! Depois conto os detalhes. Ponto pro Naipes!

E a vida por aqui, como vai?


:]

domingo, 9 de janeiro de 2011

Show

Show dele antes do da Amy vai ser divertido!



move your hips baby, and make a mess! =)

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Linhas

Algumas das linhas que vem me acompanhando desde o inicio do ano!

"Desde a noite em que saí da aldeia meus braços cumpriam o serviço de me levar.Viajava sempre junto do litoral, onde a água tropeça em espuma branca. Outras vezes, caminhava por terra firme, puxando o barquito por uma corda. Dava assim repouso a meu concho, cansado de tanta vaga. Na ponta da corda, o barco parecia um burrico, troteondeando no sobidesce da água."

Mia Couto - Terra Sonâmbula


Feliz ano novo atrasado!
bj