sexta-feira, 3 de junho de 2011

Noite de terça [2]

E o show começou. Estávamos ao lado da mesa de som, em no meio da esplanada. A galera chegou e, agora, éramos em 8. O vinho já tinha passado da metade da garrafa e o Lobão, de óculos escuro já chegou com um show pesado!
Umas duas pessoas acabaram ficando entre mim e a amiga. Do meu lado direito um cara grande, alto mesmo, magrelo. Ao lado desse cara, um outro que só percebi pela camisa social branca com listras azuis. Pensei: quem usa uma camisa dessa no show do Lobão?
A marofa tomou conta do ambiente.
Eu e amiga competindo sobre a quantidade de vinho nas garrafas como dois idiotas bêbados. Gargalhávamos!
De repente, o tal cara da camisa me dá uma encarada que eu não entendi nada. Dois minutos depois, ele dá um salto pro lado e para na minha frente.
Amiga do outro lado só faz sinal: com as pontas do indicador e do dedo médio, aponta pros olhos e depois pra minha cara. Com leitura labial, entendi: "Tô te vendo."
Eu já estava rindo com aquilo quando o cara se vira e me fala:

- Nossa! Tá cheio de princesa aqui né?
- É?
- Opa! Não ta vendo?
- Não... nem reparei.
- Eu estava em um coquetel e resolvi vir pro show com um objetivo.
- (…)
- Não quer saber?
- Hmm.. qual?
- Pegar 4 mulheres!
- Ahahahahaha!
- É serio!
- E já pegou quantas? O show já tá na metade!
- Nenhuma.
- (rindo por dentro)
- Mas sei lá... desanimei.

Alguns minutos de silêncio, consegui reparar nele a ponto de descreve-lo: Hétero! Definitivamente. Com sua camisa da Lacoste, calça social e sapato de couro, o cara tinha costas enormes. Moreno de pele, peitoral avantajado de quem malha bem, cintura fina e com uns 1,85m pra mais de altura.
Amiga se aproximou, mais bêbada que eu e ergueu a garrafa revelando o fundinho de vinho.

- Vamo matá baby! Ahuahuaha

Eu com toda a cumplicidade do mundo, brindei com a garrafa e matamos! O ritual chamou atenção do cara que virou pra mim e perguntou:

- Nossa! É sua amiga? Que linda!
- É sim! Mas não é pro seu bico não! Ela curte meninas!
- Ah para!
- Sério!
- É! Realmente minhas amigas heteros não viram uma garrafa de vinho assim.
- Oi?
- É coisa de sapa!
- Ou você que tá mal de amiga?

Silêncio. Eu já estava de saco cheio dele e querendo ver se ele vazava disse:

- Aliás, aqui todos somos gays!
- Que?
- É! Todo mundo que tá aqui ó!
- Mentira, você não é gay!
- Sou sim!
- É nada!
- Então tá. Não precisa acreditar.
- (…)
- Que foi?
- Putz, fiquei pensando agora. Será que eu sou gay?
- Quê?

Continua...

14 comentários:

Rafa disse...

Hum.. querendo saber onde vai terminar esta história, mas tenho um leve pressentimento: CAMA!

Realmente o cara tá mal de amiga viu, As minhas amigas hétero bebem mais que eu...

Bj

Paulo Braccini disse...

OMG! Como assim? Hétero já nem distingue mais quem é ou não é? rs ... Ansioso para saber o final ...

por Hope* disse...

hahaha, sinto destruir a sua teoria, mas eu viro uma vinho, uma de whisky barato, e no dia seguinte uma de tequila, e amoooo meninooos!
E acho que esse moço também vai começar a curtir!
Bjsss!

Edu disse...

Eita!!! Vem logo, parte (3)!!!

melo disse...

como assim, bial?

adorando esse conto/realidade, olha que tomo a idéia emprestada e faço um hein?

manda logo a continuação!!! e que hetero era esse? só faltou a pochete...

Janaína disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHA
to adorando essa história!!!!
conta mais kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Antonio de Castro disse...

por que, deus?

por que?

o Humberto disse...

Hahaha, FAZFAVOR de publicar essa parte 3 antes do fds pq eu não tô em estado de ficar curioso não, rs!

Ai, os "héteros"... muita história pra contar.

Meu querido, muito obrigado pelo carinho lá no blog. Você é que é o fofo.

Bom fds, e vê se termina de contar essa história que eu quero ver se esse straight guy se deu bem como parece que se deu.

Beijo!

DPNN disse...

a diferença não é essa! A diferença real é que homem (e homem gay) bebe cerveja, vinho e outras coisas "leves", enquanto as lésbicas tomam coisas mais fortes: elas começam com uma vodca, passam para o uísque, e terminam num rabo de galo no boteco da esquina...

Milene Lima disse...

Parei aqui nem sei como e tô achando massa. Posso ficar, né?

Beijo!

Também esperando o próximo episódio.

Sylvio de Alencar. disse...

Achei que o cara ía dar uma colada em vc...

Se um cara desse dar uma bolinha num verdinho, passa mal.

Abraços.

FOXX disse...

oi? ele ficou em duvida? ahnnn?

Sylvio de Alencar. disse...

Se a duvida persistir, correrá para o aconchego dos braços de um psiquiatra.

Marcos Campos disse...

Como sempre...indo na contramão...do fim pro inicio...
lá vou eu ... Rs !