terça-feira, 13 de setembro de 2011

Baila Comigo

A luz de lua crescente me recebeu. Já podia entender que as manchas negras entre pontos luminosos vistas lá de cima eram grandes áreas gramadas, que deixavam ainda mais imponentes as esculturas da cidade.
Não via a hora de estar ali ao raiar do dia. E quando aconteceu, fiquei ainda mais admirado.
Buenos Aires foi aos poucos, desnudando-se. Com sua pressa típica de cidade grande, em nenhum momento saiu do ritmo do meu coração.
Não tentei resistir e finalmente, ela me tirou pra dançar.
Foi se entregando a mim como uma dançarina porteña: sexy, rápida e faceira.
Com seus segredos, foi me levando ritmado, em uma cadência que me deixava completamente à vontade. E me conduzia por seus sabores, aromas, por suas cores. Com personalidade, sabia como se tornar ainda mais bonita aos meus olhos.
Me deixei levar.
Dançarina experiente, sabia o que fazer para me arrancar um sorriso. E o fazia com maestria. Me levava por arte, por cultura, por grandes obras arquitetônicas, por parques e esculturas, por antiguidades.
Sussurrava em meus ouvidos várias línguas e aceitava meu espanhol fajuto com a firmeza de quem me entenderia sempre.
Quando menos se esperava, me levava pela história, de maneira que nos trazia para dentro dela.
Como se brincasse comigo, mudava de nome. Se chamava Recoleta, Colegialles, San Telmo. Mas me debruçava a seus pés quando se denominava Palermo. Assim, parecia já me conhecer. A contemplei moderna, inteligente, charmosa, me conduzindo como se fosse a única que sabia me fazer dançar. Em seus braços, mais que isso, me fez flutuar.
A cidade me fez sentir que o tempo havia parado. Quando percebi já era hora de nos separar.
Sem se despedir, a cidade me indagava:
“Cuándo volverás?”
E eu respondia, sem querer deixá-la:
“O mais cedo que puder chegar.”

10 comentários:

Edu disse...

BsAs foi a primeira viagem que fiz. A trabalho, um par de dias, nem me levaram pra passear. Mas me encantou mesmo assim! :-)

E suas fotos estão ótimas!

o Humberto disse...

Ah, BsAs... sabe só Deus o que essa cidade representa pra mim (saudade da Recoleta).

Espero voltar em breve. Vem comigo desta vez, Dan? :D

Lindo seu texto, só aumentou minha vontade de rever aquela terra.

besos!

Wans disse...

É realmente um lugar lindo e repleto de pessoas bonitas. Deu saudades com seu texto, viu?

besos.

Fred disse...

Tzá. Tudo lindo. Tudo sexy. Tudo chic. Mas CADÊ AS FOTOS?!?!? Quero as fotos do passeio!!!! Hehehehehe!!!
Welcome back, man!!

Serginho Tavares disse...

Ai Mi Buenos Aires queridooooo
Gente, eu imaginei que você nem fosse voltar!

Beijão

Um brasileiro disse...

Olá. Tudo blz? Estive por aqui dando uma espiada. Muito legal. Apareça por la. Abraços.

FOXX disse...

todo mundo q vai gosta né? preciso ir.

Gilson disse...

Uau Dan, viajei junto contigo nesse texto, parecia até que estava em sua mochila.

Texto perfeito e emocionante sobe ela, a grande Buenos Aires.

Também quero ir lá novamente.

Marcos Campos disse...

Hummm ... só eu que não fui ainda ?? #fuck !
Hahaha !!

J. M. disse...

Oi, gostei do blog. Voltarei mais vezes! Grande abraço!