sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Feliz Natal

Que todos vocês tenham um Natal incrível!
bjos

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Filipe

Sim, porque eu ando romântico.
E porque se você não ouviu, passou da hora de conhecer esse moço com voz tão diferente.





Redoma
Filipe Catto

Hoje eu cansei de saudade
E vou mandar te trazer
Nem que precisem mais de mil cavalos brancos
Pra te convencer

Nessa espera eu te guardo
Numa redoma de setim
Que eu teci enquanto cantava
Naquele dia em que eu te conheci

Se eu fosse um rei
Eu te dava abrigo no meu país
Mas eu não sou
Por isso segues como exilado
Sem saber de mim

Hoje não importa nem teu nome
Insisto em ti afirmar
Que essa espera é só uma gota
Que só se faz transbordar

Se eu fosse quem você espera
Juro faria-te um ser
Muito maior do que tu sonhas
Muito mais livre do que se possa crer

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

:D

Para todos uma segunda/semana assim:




ps: 5 dias para as férias!! to feliz!!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Resolução 1

Tomei algumas decisões para 2012.
Depois de meus 33, já passou da hora de deixar a preguiça de lado e mudar alguns maus hábitos que venho cultivando.
E o mais grave e primeiro a ser mudado é fumar.
Sei que posso ser detonado e escrachado por aqui por ser um fumante convicto, mas acreditem, para mim fumar é um prazer.
Quem é fumante sabe que o cigarro vai muito além de inspirar nicotina e outras 356473635 substancias maléficas para dentro dos pulmões. O cigarro é um companheiro.
É ele que me faz companhia mesmo, que ouve meus pensamentos, que me acompanha na balada, que vai comigo espairecer quando preciso criar...
Mas, ao contrário do que possa parecer, não sou daqueles fumantes compulsivos. Fumo menos de um maço por dia, o que não é pouco. Mas, preciso parar. E vou!
Tenho alguns dias mais para me despedir, porque não é tão simples assim...
Logo mais serei um ex-fumante!

"Je ne veux pas travailler
Je ne veux pas déjeuner
Je veux seulement oublier
Et puis, je fume..."

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Petit Lion

E faz graça... derrete meu coração como neve.
E tira fotos, me faz surpresa, me chama de namorrado.
Eu, hipnotizado, sigo sempre encantado.
Encaracolados, seus cabelos brilham quase mais do que o sorriso mignon.
Mon petit lion.
E canta, me canta, me seduz com o acento puxado.
Meu presente de noël, muito melhor do que eu tinha sonhado.




segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Guincho

Não, não fui guinchado...
tá tudo bem! ehehe
É só um som novo (pra mim) com um visual quase pornochanchada oitentista, me enviado por um grande amigo!

clica e dá aquela remexida! :D

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Óbvio

era tão óbvio, mas tão óbvio... que eu deveria abrir uma tenda com uma bola de cristal!

=/


sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Dizem

que sou louco.
Que quero sempre e demais.
Que para estar com alguém não precisa tanto estar.

Mas na minha loucura quero dividir os momentos.
Quero presenciar os sentimentos, vivenciar os sofrimentos.
Quero fazer parte das vitórias, ser personagem das histórias.
Quero ser de verdade, a real ‘parceragem’.
Difícil me entenderem nesse mundo egoísta, individualista.
Difícil entenderem que eu só quero estar, participar.
Se me deixarem, prometo: vou ser o melhor que poderão encontrar.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Bonito

Você é bonito pelo jeito que pensa. Pela alegria que tem ao acordar.
Pelos objetivos que consegue realizar.

Você é bonito pelo jeito que me olha. Pelo sotaque que me revela.
Pelas coisas lindas que adora me contar.

Você é bonito por me mostrar sinceridade. Pelas coisas que me diz no escuro.
Por me fazer sonhar.

Você é bonito por ser tão novo. Por ser tão puro.
Por despertar em mim a vontade de cuidar.

Você é bonito por sua pele doce. Por seu corpo se encaixar tão bem no meu.
Por ficar bravo em inglês e feliz com meu francês.

Você é bonito por ser. Pelos olhos pequenos e o sorriso perfeito.
Por fazer de tanta beleza algo menos importante do que tudo que quer me mostrar.

Você é bonito por acreditar em mim. Por sonhar tão longe.
Por ser alguém tão diferente, que a vida resolveu me dar.