quarta-feira, 30 de maio de 2012

Pode crer!

Não. Não me fale em saudade. Ando perdendo as estribeiras por causa dela. Assim, sem mais nem menos, ela me faz pensar bobagens. Ver você aí tão longe, pedindo minha presença, me deixa em frangalhos. Não posso estar agora ao seu lado. Apenas por pensamentos e com o coração. Por aqui nada tem muita graça e voltar pra casa deixou de ser prioridade. Ela, sem você, também perdeu o aconchego. Cada dia é mais difícil, o peito fica vazio, a estrada mais comprida. A saudade só diminui quanto ouço seu toque ao telefone... Penso que estes dias vão passar meu amor. E vamos olhar pra tudo isso como mais uma vitória.
Pode crer!

 


"Vai pensar em morar perto das mulatas.
Vai pensar, em concordar com as demoras.
Vai pensar, no tilintar da lapa.
Vai pensar, na confusão das horas cariocas..."

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Never hide

óculos de grau (sem ser escuro), pra você não esconder nada.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Obama

Discurso velho mas sensato.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Nicola Són

Um cara de Paris bem carioca...





... que as vezes se embrenha pelo nordeste!

quinta-feira, 22 de março de 2012

Helloooo!

Rachei de rir com a propaganda da Dafiti com a musa Val!
kkkkkkkkkkk


segunda-feira, 19 de março de 2012

Fase

Novo emprego, novos aprendizados, novas experiencias.
logo logo conto direitinho tudo.
agora to ocupado me adaptando.
Não é que tenho me saído bem??

:D

segunda-feira, 12 de março de 2012

Paixão Francobrasileira

Ontem, quando o francesinho descobriu que a música cantada por Brigitte Bardot era originalmente brasileira:
- Acho que o Brasil e a França têm um caso de amor! Você não acha?

Eu acho francesinho! Eu acho!

Tu veux ou tu veux pas


Nem vem que não tem

quinta-feira, 8 de março de 2012

Guacamole

sexta-feira, 2 de março de 2012

União

Cabe. Na minha cama cabe você sim. Por mais que você seja espaçoso.
O quarto, vamos ter que adaptar. Quero mudar lembranças, cores e lugares.
Nada que suas latas de spray e seu talento não resolvam.
Meu armário poderia ser maior, mas a gente dá um jeito.
Damos um jeito pra tudo.
Vou adorar chegar e encontrar você e o jantar feito.
Você está me devendo aquele coq au vin, lembra?
Aproveitemos porque amanhã é sábado e não preciso acordar cedo.
A gente pode ver um filme ou sair com o pessoal.
Semana que vem podemos colocar os exercícios na rotina. Faço com você.
Ao seu lado vai ser mais fácil começar.
Assim a gente vai se adaptando um ao outro.
Adaptando tudo a nós, meio na marra, bem mais por vontade.
Mas com seus olhares, seu cheiro e com seu beijo de bom dia, nem vai ser tão difícil assim.




Obs: mudei o nome do post depois do comentário do Foxx! ehehe

quinta-feira, 1 de março de 2012

Ok Go

Além das musiquinhas bacanas e das ideias mirabolantes, os vídeos do Ok Go sempre são aguardados ansiosamente pelos fãs. Eu sou um deles!

Abaixo, a última loucura. Não sei escolher qual é mais legal!
:D




E depois, o vídeo que deixou a banda famosa, que todo mundo deve conhecer:



Duas versões da mesma música:




e outros:






e o interativo aqui pra quem usa o Google Chrome. Muito bom!
Eles são criativos não?!?

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Crossdresser do Tietê

Com vocês, Laerte!
:)







segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Bogotá!


E por aqui?

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Bow-Tie

quer aprender a fazer uma gravatinha borboleta bem style?

então clica no Rock n'Roll bride e divirta-se com estilo!!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

M.I.A.

Sim, ela é muito mais do que um featuring com Madonna.
She's the real Bad Girl, gaga! :P


CLipe e músicas novos:


Um dos clipes mais fortes que já vi, sobre preconceito.


já tinha falado dela aqui e aqui.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

My mind / Yemanjá

E me vejo pensando em coisas impensáveis.
Penso em você de um jeito sujo, quase pornográfico.
Me censuro depois de enrubescer.
Depois penso em acender um cigarro.
Minha boca chega a salivar.
Preciso parar de pensar.
Depois penso em quem gosta de me provocar.
Você, por exemplo, adora!
Preciso de um cigarro.
A noite demora a chegar.
Não aguento mais ficar aqui.
Já deu o que tinha que dar.
Quero fumar, por mim fumava um atrás do outro.
Quero ir embora.
Você me provocou e isso não vai ficar assim.
Hoje não sei onde vou parar.
Você tinha que estar aqui pra me distrair.
Preciso resistir ao cigarro.
Preciso parar de pensar.





UPDATE -------------------------------------------------------------------------------------

mudando de assunto, hoje é dia de Yemanjá!
lindo video pra ela entao... bem diferente desse ai de cima. rs

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Repassando: "Amor é que é sujo e perverso"

Enviado pra mim por um amigo, por email!
:D

Amor é que é sujo e perverso.
Tati Bernardi - ALFA
09h28 06/10/2011


Estou numa festa de gente fina, elegante e sincera. Mentira. Estou numa festa de gente metida a fina, a elegante e a sincera. Visto uma saia mais curta que meu talento para esse tipo de festa. Escolho minha presa e o convido para ir até minha residência. Ele é alto, forte e tem o queixo quadrado. Ele não quer que eu tire o salto alto nem a saia. O resto todo eu posso tirar. Transamos no sofá novo e roxo que comprei. Não lembro se o nome dele é Alan, Aldo, Álamo ou Wally. Não consigo gozar porque estou preocupada demais com os dois segundos em que nos encostamos sem camisinha. Não sei quem é esse cara. Ele não é divertido, ele não tem senso de humor, não é charmoso e acha que contar esse papinho furado sobre ser um “executivo que surfa” é o que faz mulheres darem pra ele. Não existe nada mais clichê em São Paulo do que ser um “firma” metido a “amante do esporte e da natureza”. Pode até funcionar com algumas moças deslumbradas e igualmente ocas, mas o que me fez dar pra esse sujeito, além de tédio existencial, não tem absolutamente nada a ver com o que ele possa vir a pensar ou falar ou fazer. Foram os ombros largos e a bunda seca. Odeio homem com ombros curtos e bunda grande ou empinada, tipo pagodeiro. Gosto de homem com costas longas e bunda magrela. Homem não tem que ter bunda grande, tem que ter carteira cheia.

Ele quer agora transar em pé. Não achamos uma posição, não temos intimidade, não temos nada. Não temos mais nem vontade de transar. O efeito da bebida passou e agora somos dois estranhos tentando disfarçar a angústia profunda de fazer amor sem amor. Nada disso é erótico, sensual. “Ah, peguei um gostoso numa festa e levei pra casa!” Grande coisa. Você perdeu um tempo precioso em que poderia estar curtindo um bom livro no quentinho acolhedor da sua caminha. A única putaria possível, fazemos com quem amamos. A maior pornografia que existe é o amor. Só no amor é possível ficar enlouquecido de tesão com uma mancha estranha nas costas da pessoa, com um pelo solitário que você encontra em algum centímetro de pele escondida, com uma posição que não favorece a barriga, com pés tortos e caretas estranhas. O amor acontece quando você não tem nojo de saborear toda a pessoa sem cerimônias ou limitações. O amor é quando não se pensa no sexo, apenas se faz para não morrer. Amor é sexo não cerebral, um fluxo ignorante que nos liberta completamente. Amar é nunca ter que pedir: “perdão, você pode tomar um banho?” Amar é infinitamente mais sujo, perverso e doentio do que transar com qualquer pessoa suja, perversa e doentia num banheiro de uma balada suja, perversa e doentia. Aquilo que você faz, num lençol branco e limpinho, com a pessoa que você conhece há tantos anos, é muito mais perigoso que uma loucura com um desconhecido qualquer. Essa putaria rolando solta pelas noites afora não passa de desculpa medíocre de gente que sente inveja do amor. O amor é para os verdadeiros aventureiros, corajosos, desbravadores. O sexo selvagem e casual é coisa de menininha.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Mallu

"Não vem tirar meu riso frouxo com algum conselho,
que hoje eu passei batom vermelho..."

As vezes a gente tem que ser como a Mallu. Desencanar das criticas, parar de se importar com o que as pessoas vão pensar e simplesmente ser.

To contigo e não abro Mallu!

:D

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Amor

Cada vez mais o amor é de menos.
E quando a gente o encontra, fica ressabiado, desconfiado.
É difícil acreditar que ele possa estar ali, gratuito, pra você.
Esfregar os olhos as vezes nem adianta.
Ele vai demorar a ficar nítido e real pras vistas.
E se ele existe mesmo, que em 2012 ele seja abundante. Pra mim, pra você, pro mundo todo.